Os 10 jogos mais bonitos do Super Nintendo

Os 10 jogos mais bonitos do Super Nintendo

31 de Outubro, 2020 0 Por Markus

Por: Cosmão

Há algum tempo eu andei pensando em COMO fazer um especial desses: listar os 10 jogos mais belos pro super sistema da Nintendo. Pesquisei um pouco e finalmente consegui fazer uma lista coerente. Tenham em mente que a lista foi feita com base no meu gosto e conhecimento pessoal, portanto, não vale como regra alguma.

Tanto é que podem muito bem existir jogos desconhecidos que podem ser maravilhosos, mas que muitos não devem conhecê-los, portanto, podem mandar ver nos nomes que vou correr atrás e posso até fazer uma segunda lista com opiniões dos leitores.

Outra ressalva: a lista não pretende eleger o jogo mais FODÃO, porque simplesmente não vejo graça em eleger o jogo MAIS BONITO DE TODOS e, sim, os 10 jogos mais bonitos.

A numeração é simplesmente pra organizar a lista, haja visto que é até uma injustiça com o sistema catalogar apenas 10 jogos bonitos, pois o SNES tem muito mais que isso…

Então, chega de enrolação e vamos pra lista!

10 – Actraiser II

Taí um jogo pra fazer frente com muita coisa, inclusive com jogos lançados hoje. Actraiser 2 segue o padrão do primeiro game, mas mais focado na parte PRÁTICA do que na ESTRATÉGICA, com mais combates e exploração de fases.

Os gráficos são lindos, cheios de efeitos, mas o que chama atenção é o uso absurdo de cores nas fases.

Logo na primeira etapa se percebe a qualidade dos gráficos, a mata parece viva e os inimigos, reais.

Pena o jogo ser TÃO difícil!


9 – Super Castlevania IV

Castlevania era uma série muito esperada no Super Nintendo, devido ao enorme sucesso no NES, seu irmão mais velho.

E chegou com estilo: mantiveram a mesma jogabilidade e aprimoraram tudo, desde gráficos até sons, fases e armas.

SCIV é bonito do começo ao fim: desde jardins e trepadeiras em portões velhos até riachos, florestas, cavernas úmidas e castelos bizarros, tudo foi muito caprichado.


8 – Rockman & Forte

Megaman chegou no seu NONO jogo da série clássica e ganhou um amigo pra dividir a tela: FORTE.

O robozinho preto e roxo manda ver com seus tiros seguidos, podendo inclusive atirar na diagonal da tela.

Mas não é só isso que chama atenção no jogo: parece que a Capcom resolveu fazer o Megaman definitivo pro SNES, a SAIDEIRA, como dizem.

Desde itens, telas e inimigos, todos os personagens e fases são caprichados ao extremo. Tanto é que algumas pessoas torceram o nariz para Megaman 9, pois queriam que fosse algo do naipe deste aqui…


7 – Super Mario World 2: Yoshi’s Island

Um dos maiores e melhores jogos de plataforma de todos os tempos, saiu, injustamente, num período onde poucos davam importância ao SNES. A maioria só queria saber de Saturn e Playstation com seus jogos poligonais. Mas eu lhes digo: esse jogo é um dos maiores jogos que já tive o prazer de jogar até o fim. É um jogo onde a criatividade passou dos limites, onde a criatividade assumiu o lugar de gráficos, de som, de jogabilidade, pois foi praticamente fundida em cada byte do cartucho.

Temos músicas memoráveis, castelos enormes cheios de segredos, fases temáticas coloridas e um dos estilos gráficos mais charmosos da época. Tudo parece ter sido feito à mão, com giz de cera, lembrando muito os nossos rabiscos da época da pré-escola. Enfim, faltam elogios pra essa obra do Shigerão !


6 – Donkey Kong Country 2

A trilogia toda é belíssima, mas se eu precisasse destacar um jogo por tudo o que ele envolve, seria a segunda versão.

Fases mais diversificadas, jogabilidade mais diversificada, mais bônus, mais mapas, mais itens, mais elementos de cenário, mais capricho… Donkey Kong Country 2 é tudo isso e muito mais.

Acho que a fase mais marcante do jogo é a saudosa fase da colmeia de mel, com um visual realmente único.


5 – Tales of Phantasia

RPG dos bons, e quando digo isso, podem acreditar.
Pude conferir o game também e confesso que me surpreendi: dá pra confundir com qualquer RPG do Playstation do mesmo estilo.
Efeitos de sombra e nuvens, as cores usadas e todo o capricho em cidades e vales, o jogo surpreende em cada locação que se chega, fora a história, bem legal também.

O início da abertura já impressiona: uma música inteiramente CANTADA, percorre toda a abertura, que mostra os personagens principais. Coisas de um chip sonoro de RESPONSA. O jogo ficou restrito ao mercado japonês, mas os tradutores da equipe DEJAP fizeram o milagre de traduzir completamente o jogo para o inglês, tornando-o jogável deste lado do planeta.


4 – The Adventures of Batman & Robin

Até hoje é um jogo que me surpreende pelo capricho e pela fidelidade ao desenho animado.

É jogo bonito e gostoso de se jogar, apesar de ser difícil em algumas etapas. Tanto no Mega Drive quanto no Super Nintendo, fizeram um trampo surpreendente.


3 – Axelay

Um jogo de naves com rotação durante todas as fases ? Assim é Axelay, que foi um dos primeiros jogos de SNES e até hoje surpreende alguns jogadores.

Os chefes são o destaque, um maior que o outro e mais CABULOSO que o outro. Apesar de difícil, vale a pena tentar e chegar nos chefe mais longínquos.


2 – Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars

Juntou Square e Nintendo deu nisso: um RPG único, com personagens único e um estilo gráfico, ÚNICO.

A história, mesmo clichê, já serve de pano de fundo pra uma aventura diferente no reino dos cogumelos. Mario agora não vive de pular em tartarugas, ele escolhe opções, usa poderes e ataca de frente e com as mãos os inimigos. É uma nova forma de ver Mario em ação, cortesia da Square.


1 – Star Ocean

Ok, ele pode não ser o MAIS BONITO, mas rivaliza com MUITA coisa.
A qualidade da vegetação do jogo é o que mais chama a atenção aqui, a riqueza de detalhes supera a de Tales of Phantasia, tamanho o capricho.
E olha que pra superar o Tales o jogo tem que ser bonito mesmo.

Bom, esses foram os 10 jogos mais bonitos do SNES. Faltou algum ? Quer sugerir algo ? Sinta-se à vontade. Obviamente, toda lista acaba faltando alguma coisa e essa não é exceção!