Análise (Review) de Shovel Knight: Shovel of Hope

Análise (Review) de Shovel Knight: Shovel of Hope

5 de Dezembro, 2020 1 Por Owlycann
Lançado em: 26 de junho de 2014
Gênero: Plataforma
Desenvolvedor: Yacht Club Games
Publicado por: Yacht Club Games
Plataformas: PC – Computador (Windows, Mac, Linux/Steam OS), Wii U, 3DS, Playstation 3, Playstation 4, Playstation Vita, Switch, Xbox One
 
Requisitos Mínimos do Sistema:
SO: Windows 7 ou após
Processador: Intel Core 2 Duo 2.1 ghz ou equivalente
Memória: 2 GB de RAM
Placa de vídeo: 2nd Generation Intel Core HD Graphics (2000/3000), 512MB
DirectX: Versão 9.0
Armazenamento: 250 MB de espaço disponível

Shovel Knight e Shield Knight

Cavaleiros do mundo todo, reúnam suas espadas! Seus escudos! Armas mágicas! Sua pá! Espera um pouco, uma pá? Sim, pois uma pá nas mãos do cavaleiro certo pode ser uma lâmina poderosa e mortal, e nas mãos de Shovel Knight é a arma certa para uma aventura. Ao lado de sua amada Shield Knight (Cavaleira do Escudo), os dois heróis enfrentam inimigos todos os dias, protegendo pessoas e suas casas. Mas um dia, uma aventura acaba mal e Shield Knight desaparece, sucumbida por um poder desconhecido, dentro da torre chamada de Torre do Destino.

Ordem Inclemente

Shovel Knight se põe em reclusão por anos, até a chegada da Feiticeira e sua Ordem Inclemente, vindos da mesma torre onde Shield Knight havia desaparecido. O herói vê esperança em sua frente, e é hora de erguer a pá e começar uma nova jornada.

Hora de cavar o próprio destino!

Shovel Knight – Shovel of Hope (Cavaleiro da Pá – Pá da Esperança) é um jogo 2D de plataforma, lançado em 2014 para vários consoles pela Yacht Club Games. Desde seus dias iniciais, o jogo tem criado uma enorme quantidade de fãs, devido ao fator nostalgia e também porque o jogo é de uma graça única. Sua pixel art em 8 bits é linda, com uma paleta de cores no tom certo para a estória; a trilha sonora é marcante, dando um tom épico, heroico e por vezes cômico ao jogo; além da história ser digna de uma novela comovente, com reviravoltas e revelações de cair o queixo, da qual não se quer perder um capítulo.

Outro fator importante para sua popularidade é a quantidade de conteúdos relacionados ao jogo. Desde seu início foram lançados três pacotes de expansão, que juntos da campanha principal se chamam Treasure Trove (Plague of Shadows, Specter of Torment e King of Cards), um modo de jogo de luta, chamado Shovel Knight Showdown, fora os dois novos jogos anunciados da série: Shovel Knight Dig e Shovel Knight Pocket Dungeons (sem datas e plataformas completamente definidas, mas que podem ser também para plataformas mobile).

Shovel Knight – Treasure Trove

Cada um dos pacotes de expansão conta um ponto de vista da estória do jogo, além de adicionar jogabilidades únicas, fases diferentes e sensações diferentes, fazendo com que o título consiga se renovar e envelhecer bem.

Jogando como Shovel Knight você realiza ataques com sua pá para frente e um ataque para baixo, quando pula na cabeça dos inimigos. É possível, com o tempo, aprender novas técnicas, também. Carregar a pá e soltar um golpe ou mesmo soltar faíscas no chão quando a barra de vida está cheia.

Primeira Fase do Jogo

Além desses ataques básicos com a pá é possível cavar em montes de terra, para conseguir ouro e pedras preciosas. No início Shovel Knight demora para cavar, mas mais na frente do jogo, você destrava a habilidade de cavar mais rápido.

O personagem também possui habilidades mágicas, chamadas de Relíquias, que vão desde lançar bolas de fogo até ficar intangível por um curto período. Essas relíquias gastam pontos de magias, sendo que cada uma gasta uma quantidade diferente de magia.

Relíquias

É possível, com uma boa quantidade de ouro comprar também armaduras que dão algum tipo de bônus ao herói. Coisas como perder menos ouro ao morrer ou ter mais magia em troca de ter menos vida.

Nossa jogatina começa com um nível tutorial que não diz nada, então você vai aprender jogando a como controlar o personagem. Shovel Knight é um jogo de jogabilidade simples, sem muitas dificuldades, a não ser por momentos que requerem um pouco mais de habilidade com plataformas.

O mapa do jogo relembra muito antigos jogos como Super Mario Bros. 3, fato que já foi confirmado pelo desenvolvedor do jogo.

Mapa no Início do Jogo

Quanto ao objetivo do jogo, precisamos guiar nosso protagonista por um reino cheio de criaturas poderosas para chegar ao chefão de cada fase, os cavaleiros da Ordem Inclemente. Cada cavaleiro possui uma personalidade única. O carisma da ordem inclemente paira onde nós como jogadores nos sentimos mais próximos de um cavaleiro ou outro. Cavaleiros arrogantes, bufões, tímidos, audaciosos, alegres, frios mas sempre destemidos e com seus propósitos muito fixos em mente.

É claro que para chegar no chefão é preciso passar por fases muito bem elaboradas. É necessário parabenizar e elogiar o level design de Shovel Knight! A dificuldade sempre crescente faz com que seja, por vezes, mais fácil derrotar um Cavaleiro do que alcançar ele.

O chefão final, A Feiticeira, possui três fases até que se alcance ela. Essas fases misturam tudo que há de mais dificultoso nas fases anteriores, além de ter uma luta com Chefão ao fim de cada. Temos, então, uma sopa de dificuldade tremenda, mas recompensadora ao alcançarmos o final.

A luta final é cativante, pois é preciso dar tudo de si e do que aprendeu ao longo da gameplay. O final do jogo é emocionante, contando até com uma cena pós-créditos de fazer escorrerem lágrimas.

Shovel Knight não possui dificuldades para ser completado em 100%. Seus colecionáveis não são impossíveis de conseguir. Claro que além disso existem as conquistas do jogo, as quais possuem grande dificuldade, sendo necessário reiniciar a campanha do zero para conseguir algumas.

Shovel Knight é um jogo incrível, possui modo cooperativo, de luta, expansões que nos abrilhantam com novas jogabilidades e pode ser jogado em quase todos os consoles que temos disponíveis. Toda essa riqueza em sua criação renderam muitos prêmios, incluindo o prêmio de Melhor Jogo Independente do Ano, no The Game Awards, além de uma nomeação ao BAFTA.

Melhor Jogo Independente do Ano, no The Game Awards

Podemos ver o quão Shovel Knight se tornou popular e conhecido no mundo dos jogos. Tão conhecido, que ele já participou de vários jogos que não o seu, seja como um Assist Trophy em Smash Bros ou como lutador oficial em Rivals of Aether e Indie Pogo. O personagem também aparece como boss opcional via amiibo no jogo Azure Strike Gunvolt 2, além de aparecer em inúmeros outros títulos conhecidos e não conhecidos.

Shovel knight em Rivals of Aether

Outro ponto divertido é que o jogo possui um bônus onde é possível trocar os gêneros de todos os personagens, assim como seus pronomes. Na versão inglesa os diálogos foram alterados e é possível ver pronomes femininos, masculinos e até mesmo neutros, coisa que não aconteceu, infelizmente, na versão brasileira do jogo.

Shovel Knight tem se tornado um personagem muito querido pela comunidade gamer, principalmente a de jogos indie. O jogo surgiu a partir de um kickstarter e hoje possui muito conteúdo, tornando sua evolução um fato impressionante para a indústria de jogos independentes. Esse é um daqueles títulos para se guardar no coração e revê-lo sempre que possível. Um futuro clássico, talvez, mas com certeza uma obra maravilhosa.

REFERÊNCIAS

  1. https://yachtclubgames.com/shovel-knight/
  2. https://store.steampowered.com/app/250760/Shovel_Knight_Treasure_Trove/
  3. https://shovelknight.fandom.com/wiki/Shovel_Knight_Wiki
  4. https://www.ssbwiki.com/Shovel_Knight
  5. https://indie-pogo.fandom.com/wiki/Shovel_Knight
  6. https://rivals-of-aether.fandom.com/wiki/Shovel_Knight
  7. https://azurestrikergunvolt.fandom.com/wiki/Shovel_Knight
  8. https://www.kickstarter.com/projects/yachtclubgames/shovel-knight